3 dicas de como evitar problemas em comissões de formatura

Dizem que é errando que se aprende, certo? ERRADO, ainda mais quando o assunto é arrecadação financeira (xô, problema!).

A maior parte dos membros de comissão nunca exerceu um papel tão importante de liderança ou precisou se responsabilizar pelo dinheiro de colegas e amigos, então, se você está aqui, talvez seja uma dessas pessoas.

O Banco de Formaturas, entende (e muito!) dessa situação e por isso ajudamos mais de 600 comissões a passar por essa experiência da forma mais segura e tranquila possível.

Neste post, decidimos transformar todos os nossos anos de experiência em 3 dicas essenciais de como evitar os problemas que possam surgir em sua Comissão de Formaturas. Vamos lá?

DICA 1 – Questione, questione e, se precisar, questione mais uma vez as propostas oferecidas pelas agências de formatura!  

Normalmente, reuniões com agências de formatura são super animadas e cheias de mimos, você sairá encantado, mas… CUIDADO! Essas reuniões podem tirar as comissões do verdadeiro foco: entender as vantagens e desvantagens de fechar negócio com aquela agência.

Preste atenção nos valores oferecidos, taxas que podem ser cobradas e supostamente isentadas,  entenda o que já deu de errado na realização de suas formaturas anteriores e como a agência se posicionou,  analise a sua postura quando falarem de assuntos mais delicados como esse.

Para ir bem preparado para essa conversa, reúna os membros da comissão e anote todas as perguntas que devem ser feitas, também é válido pesquisar sobre a agência em sites como Reclame Aqui e, se encontrar relatos negativos, leve para reunião e peça uma explicação do ocorrido. Vocês se sentirão mais seguros e a agência terá um olhar diferenciado para sua comissão.  

DICA 2 – A comunicação vai falhar. Por isso, tenha tudo registrado!

Hoje em dia a comunicação está bem mais fácil, temos Whatsapp, Facebook e  Instagram que nos possibilitam mandar aquele recado para geral em questão de segundos. Mas, a minha provocação para você é: será que a rede social é o meio mais adequado para avisar os formandos sobre TUDO?

Posso dizer que sim, mas não use apenas a rede social. Terão momentos que vocês precisarão do auxílio do nosso velho amigo e-mail para formalizar assuntos mais sérios, como, cobranças, envio de contratos, anúncio sobre saídas de membros da comissão, além dos resumos do que rolou nas assembléias.

Acredite, por mais que a comissão explique, fale pessoalmente,  mande o mesmo recado várias vezes… Sempre terão os desinformados que falarão para você: “Olha, essa informação não chegou para mim”.

Bom, é nesse momento que você agradece o seu eu do passado por ter tirado 15 minutinhos do dia para enviar um e-mail oficial a todos os envolvidos.

 

DICA 3 – Sabe aquele colega da faculdade que nunca faz nada nos trabalhos em grupo? Ele também existe na sua comissão!

Nem sempre temos intimidade ou até mesmo coragem de chamar a atenção dos nossos colegas. Então, a melhor saída é estabelecer Regras e Punições dentro da sua comissão de formatura.

Um bom exemplo disso é o da Medicina Santa Casa 2018. Para manter a ordem e a boa convivência entre os membros da sua comissão, eles estabeleceram a seguinte Regra e Punição:

Regra: as datas das Assembléias devem possuir um quorum* mínimo de 70% da comissão de formatura. Os membros que faltarem devem dar uma justificativa válida e, dependendo do caso, enviar uma comprovação.

Punição: caso o membro falte na Assembléia e não possua uma justificativa válida, ele correrá o risco de perder alguns benefícios exclusivos da comissão, como por exemplo, perda de convites extras.

É válido ressaltar que não existe uma receita de bolo e tudo deve ser conversado e acordado entre os membros, afinal, o combinado não sai caro!

Quer saber mais? Fale conosco!

faleconosco banco de formaturas

*Quorum é o termo dado ao número mínimo de pessoas necessárias para que uma sessão ou deliberação possa ser válida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *